Médico de Michael Jackson revela que o cantor foi quimicamente castrado pelo pai

Segundo informações divulgadas pela revista People, o médico que trabalhou com Michael Jackson afirmou que o pai do ídolo havia castrado quimicamente o filho ainda criança, com o objetivo de manter a voz dele sempre estridente e aguda.

No livro de Conrad Murray “This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson” lançado em 2016, possuem semelhanças com as informações divulgadas pela revista.

Murray ainda acusou Joe Jackson de obrigar o filho a tomar injeções de hormônio aos 12 anos, para que sua voz continuasse sempre a mesma.

“A crueldade expressada por Michael que ele havia vivido nas mãos de seu pai, particularmente o mau tratamento e, além disso, o fato de que ele foi castrado quimicamente para manter sua voz estridente, está além das palavras”, revelou. “Espero que Joe Jackson encontre a redenção no inferno”, disse.